Como manter o seu sistema operando com toda potência?

Após construída, uma usina solar (sistema fotovoltaico) precisa operar sempre com a maior eficiência possível. Para isso, é necessário a manutenção dos painéis. Hoje iremos entender melhor sobre os motivos de se fazer a manutenção preventiva, e no final do post temos uma novidade Smartly! Quer saber mais sobre como manter o seu sistema operando no máximo?

 

A manutenção adequada de um sistema fotovoltaico é essencial para maximizar o rendimento energético e a vida útil da usina. Operações otimizadas devem encontrar um equilíbrio entre maximizar a produção e minimizar os custos. Embora a energia solar não exija quase nenhuma manutenção em comparação com as outras fontes de geração, as usinas de energia solar fotovoltaica são investimentos que provavelmente durarão de 20 a 25 anos ou mais, e é por isso que para chegar a um valor exato de ROI, é preciso colocar na equação os custos de manutenção e correção do sistema. Assim, é necessário entender as questões envolvidas no funcionamento da usina solar fotovoltaica e como isso pode afetar o seu lucro.

Eles podem ser divididos em grupos de acordo com os principais componentes da usina fotovoltaica:

1- Degradação Natural

Todas as células solares se degradam naturalmente com o tempo, independentemente do ambiente em que se encontram. Isso é chamado de degradação natural, e é completamente normal que todos os painéis solares sofram esse processo ao longo dos anos.

A degradação natural não pode ser evitada, mas deve ser levada em consideração no processo de planejamento. E está coberto por garantias do fabricante. Normalmente, as empresas para fornecem os painéis, oferecem garantias de  geração ao longo dos anos, a boa notícia é que o painel de maior qualidade, possui uma degradação natural pré estabelecida e calculada. Dessa forma, você sabe com uma boa precisão o quanto vai gerar de energia ao longo dos anos.

 

2- Aterramento e Proteção de energia

A usina solar fotovoltaica é uma estrutura de alta tecnologia, e é por isso que é necessária proteção contra raios e surtos de energia. A primeira proteção é o próprio sistema de montagem no solo (em estruturas de solo), pelo qual o sistema de aterramento redireciona a energia do raio para o solo e para longe dos painéis. Dependendo da fundação, diferentes formas de aterramento podem ser usadas. No caso de estruturas em telhado, é necessário que o imóvel possua aterramento já construído antes da instalação do sistema solar fotovoltaico.

 

Mesmo com um sistema de aterramento adequado, a instalação fotovoltaica ainda pode estar sob risco de raios. Caso a energia do raio foi descarregada no sistema, ela ainda pode causar um surto de energia dentro do sistema de painéis solares, e é por isso que um equipamento de proteção contra surtos é necessário. Evitando assim que o sistema seja danificado na sua totalidade.

3- Falhas de Componentes (Painéis, Inversores, …)

Conforme falamos anteriormente no post sobre painéis solares e cabos existem problemas associados à fabricação dos painéis e mais comum em marcas de menor qualidade. Apesar de sempre usarmos sistemas de marcas reconhecidas, existe ainda a possibilidade de falhas na produção dos painéis. Conheça as mais comuns:

3.1. Surgimento de micro-fissura

 

Em alguns casos, os painéis podem apresentar pequenas fissuras, que acabam reduzindo a produção de energia e comprometendo o funcionamento do seu sistema fotovoltaico. Por isso, o uso de marcas de qualidade é necessário, para que surgimento desse problema seja minimizado e rapidamente solucionado. Caso venha a acontecer, as marcas consolidadas apresentam a garantia que assegura o cliente a troca em caso de defeito de fabricação.

 

 

3.2. Descoloração Visual

 

Descoloração visual é outro defeito comum que reduz a quantidade de luz solar que penetra em uma célula solar. Como resultado, as células solares são menos expostas à irradiação solar e geram menos energia. A razão que leva à perda de eficiência é porque painéis de cores diferentes alteram o comprimento de onda da luz que pode ser absorvida. Como no caso da rachadura no painel, o sistema todo fica comprometido com esse fato. Novamente, o uso de marcas de maior qualidade é necessário para evitar esse tipo de problema.

 

3.3. Hot spot

Os painéis solares são mais eficientes quando ganham irradiação solar  a máxima. Porém, altas temperaturas podem danificar os painéis solares, levando ao surgimento dos pontos quentes na estruturas, os temidos hot spots. Eles ocorrem quando um painel é sombreado, danificado ou incompatível eletricamente com os outros e por isso atua como uma espécie de resistor, que acaba transformando energia elétrica em energia térmica. Como as células solares são conectadas, apenas um ponto quente pode levar todo um sistema ao funcionamento ruim. Por isso fazemos estudos de sombreamento, e pedimos que verifique se não há sujeiras sobre os seus painéis. Sabendo desse fenômeno, todo projeto Smartly é pensado para que a potência de cada painel seja dimensionada de forma correta e compatível.

 

 

3.4. Estrutura de montagem

Energia solar decolando!

O conjunto de montagem do módulo, conexões de cabos e quaisquer outras estruturas construídas para suportar o sistema fotovoltaico devem ser verificados periodicamente para evitar corrosões ou outro defeito mecânico. Os sistemas construídos pela Smartly apresentam um alto grau de fixação e confiabilidade, para evitar cenas como a da foto acima. Garantindo ao clientes maior segurança desde o momento da instalação.

 

4- Condições Meteorológicas (Chuva, Vento, sujeira devido a seca)

Finalmente, dependendo das condições ambientais, os painéis devem ser protegidos contra vento, chuvas e sujeira acumulada devido aos períodos de seca. Limpeza e manutenção regulares serão suficientes nestes casos. Os principais equipamentos são projetados para suportar essas condições adversas e tem a sua vida útil acima dos 25 anos de funcionamento. A manutenção deve ser executada para garantir que o seu sistema opere com o máximo de eficiência possível.

 

 

5- Outras questões que devem ser verificadas nas manutenções:

Preventiva 

  • Apertar as conexões de cabo que se afrouxaram;
  • Monitoramento de hotspot (termografia);
  • Acompanhamento de geração, monitoramento e relatórios;
  • Inspeção visual para verificação se há falhas nas estruturas;
  • Limpeza dos painéis.

Corretiva 

  • Substituição de fusíveis queimados;
  • Reparação de danos resultantes de condições climáticas;
  • Reparação de pequenos danos causados pela limpeza incorreta do módulo fotovoltaico;
  • Limpeza extra;
  • Troca e manutenção de sistemas de segurança contra surtos.

E a partir do mês de setembro a Smartly vai oferecer mais essa comodidade!

Nossos clientes além de contar com a melhor equipe no momento de instalar o seu sistema, agora pode contar com a Smartly também para realizar as manutenções periódicas do seu sistema! Você já não precisava se preocupar com o momento da instalação e funcionamento do seu sistema, agora não precisa nem se preocupar com a manutenção! Basta ser Smartly e fazer a melhor escolha na hora de realizar a manutenção do seu sistema.

Consulte-nos sobre preços e planos de manutenção exclusivos para clientes Smartly

[button href=”https://www.smartly.com.br/contato/” style=”emboss” size=”medium”]Fale conosco![/button]