fbpx

A CEB reajustou as tarifas de energia elétrica no DF

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou na terça-feira, 18, um reajuste médio de 3,42% nas tarifas da distribuidora CEB. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 1,04%, e para a baixa tensão, a elevação será de 4,62%.

A redução diz respeito ao quarto ciclo de revisão tarifária da CEB, processo feito de quatro em quatro anos pela Aneel para manter o equilíbrio econômico-financeiro dos contratos de concessão.

As novas tarifas vigoram a partir de 22 de outubro. A CEB atende a um milhão de consumidores no Distrito Federal.

 

Além disso, ANEEL informou nesta sexta-feira (28) que os consumidores brasileiros vão voltar a pagar a taxa extra das bandeiras tarifárias a partir de novembro. No mês que vem, passa a vigorar a bandeira de cor amarela, o que implica na cobrança de R$ 1,50 para cada 100 kWh de energia consumidos, resultando em um aumento de cerca de 2,5% para clientes atendidos em baixa tensão e de 3,1%, para clientes em alta tensão, levando a um aumento total de 7,12% para clientes em baixa tensão e de 4,14% para grandes clientes.
A cobrança da taxa havia sido suspensa em abril deste ano, quando passou para a cor verde pela primeira vez desde que o sistema entrou vem vigor, em janeiro de 2015. A bandeira permaneceu verde até outubro, ou seja, por 7 meses.
Fonte:
http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2016/10/18/internas_economia,815323/aneel-aprova-reajuste-medio-de-3-42-nas-tarifas-da-ceb-em-4-ciclo-de.shtml
http://g1.globo.com/economia/seu-dinheiro/noticia/2016/10/bandeira-fica-amarela-e-contas-de-luz-terao-cobranca-extra-em-novembro.html
WhatsApp chat